Divulgação
Divulgação

Torcedor fanático do Palmeiras, padre Manzotti reza pelo título da Libertadores: 'Estou confiante'

Sacerdote afirma que sempre encontra brechas em sua rotina para assistir os comandados de Abel Ferreira em campo

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2021 | 14h30

Em final de campeonato vale de tudo. De reza à supertição. E se depender do padre Reginaldo Manzotti, orações favoráveis ao Palmeiras não irão faltar. Ainda mais nesta semana em que o time disputa a final da Copa Libertadores diante do Santos, no Maracanã, sábado. Mal, com certeza, não faz. 

O sacerdote é palmeirense fanático. Por isso, confia na conquista do título sul-americano do time de Abel Ferreira. "Não tem como não estar confiante. Ver meu time do coração disputar o principal título do continente é algo emocionante, ainda mais contra um dos principais adversários, o Santos", diz.

A agenda do padre está cheia como a do Palmeiras nesta temporada. Apesar da correria, o sacerdote afirma que sempre encontra brechas para assistir os comandados de Abel Ferreira em campo. "Geralmente, às quartas-feiras, quando termino o Rede Vida Evangeliza, ainda dá tempo de assistir uns minutinhos de alguma partida. E se for o Palmeiras então, melhor ainda". O futebol é um vício do padre.

A paixão pelo Palmeiras foi herdada de seu pai. Nascido em Itápolis, cidade do interior de São Paulo que recebeu, no século 20, imigrantes italianos, ele fez questão que seus cinco filhos vestissem os uniformes do "Palestra". Embora esteja feliz por seu time ter chegado à final da Libertadores e Copa do Brasil, Manzotti lamenta que as decisões sejam disputada sem a presença de público. é uma pena não poder acompanhar de perto essas duas decisões, principalmente a final no Maracanã. Seria indescritível viver esse momento". 

Mas ele sabe, melhor do que ninguém, que a pandemia não permite aglomerações. Igrejas, templos, centros estão fechados por causa da covid-19. Enquanto a vacina não chegar a todos ou à maioria, o isolamento continua sendo uma das formas de se proteger. O sacerdote vai acompanhar o jogo pela TV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.