Vítor Marques/Estadão
Vítor Marques/Estadão

Torcedor faz protesto solitário no CT do Corinthians e critica Mário Gobbi

Corintiano cobrou explicações a respeito dos gastos da diretoria

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2014 | 18h04

SÃO PAULO - No dia seguinte à goleada de 5 a 1 sofrida para o Santos, as organizadas do Corinthians não protestaram no CT Joaquim Grava. Não havia faixas, nem pichações. Mas um solitário torcedor conseguiu burlar a segurança do local e entrou no estacionamento reservado à imprensa.

Ele entrou no CT com sua bicicleta e poupou os jogadores, mas criticou o presidente do clube Mário Gobbi: "Aparece aí, Mário Gobbi, quero ver conta na parede", "Quero ver quanto entrou, quanto saiu" e "Dever dinheiro para jogador é patifaria. Isso aqui é Corinthians!" foram algumas das cobranças do torcedor.

Depois do protesto, ele pediu "desculpas" ao seguranças e foi embora. A diretoria do Corinthians negou que tenha feito algum tipo de acordo com as organizadas para que elas não protestassem no CT depois da derrota para o Santos.

A própria diretoria acredita que é muito cedo para qualquer tipo de protesto porque Mano Menezes inicia um novo trabalho. Nesta quinta-feira, apenas os reservas treinaram no campo com bola. Domingo, o Corinthians enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, pela 5ª rodada do Campeonato Paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebolMario Gobbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.