Torcedor morre após ser atingido por sinalizador na arquibancada

Artefato teria vindo do espaço reservado ao Corinthians e cinco pessoas foram detidas

O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2013 | 08h38

ORURO - A partida de estreia entre Corinthians e San Jose acabou com um fato lamentável. O torcedor Kevin Douglas Beltrán Espada, boliviano de 14 anos, morreu após ser atingido por um sinalizador, no estádio Jesús Bermúdez, nesta quarta-feira, pela estreia da equipe brasileira na Copa Libertadores da América.

Segundo informações da Rádio Globo, a Cruz Vermelha confirmou que o garoto foi atingido no olho e morreu antes de chegar ao hospital. Ainda segundo a rádio, outro rapaz ficou ferido e está no hospital.

O artefato teria partido da torcida corintiana justamente na hora de comemoração do gol de Paolo Guerrero. "Ele acabou perdendo massa encefálica por causa do projétil, um tubo de plástico que penetrou na cavidade craniana. A morte foi imediata", explicou o médico José María Vargas.

Pelo menos cinco brasileiros acabaram detidos pela polícia local para averiguação e muitos outros tiveram de permanecer dentro do estádio após o apito final para evitar possíveis confrontos com a torcida do San José. No fim do jogo, otécnico corintiano Tite e os jogadores do time boliviano lamentaram a morte do garoto e expressaram suas condolências à família.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.