Torcedor no clássico, Fred segue sem previsão de volta ao Fluminense

Vetado pelo departamento médico, Fred foi mais um torcedor do Fluminense no último domingo, na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, e ainda não sabe quando terá condições de voltar a defender o time. As dores da lesão sofrida no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, ainda o impedem de atuar, mas ela espera ser aproveitado pelo técnico Eduardo Baptista no duelo do próximo sábado com a Chapecoense, no Maracanã, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2015 | 09h33

Mesmo com a torção no joelho e no tornozelo da perna esquerda, Fred se sacrificou para enfrentar o Palmeiras no segundo jogo das semifinais da Copa do Brasil e até marcou um gol, o que não foi suficiente para evitar a eliminação do Fluminense. Agora, porém, não há uma previsão sobre quando ele poderá entrar em campo novamente.

"Eu estou doido para jogar, desesperado. Queria ter jogado contra o Vasco e quero jogar o próximo, mas tenho que estar em condições para isso. A partida que joguei contra o Palmeira foi quase um milagre. Ali fui no limite máximo do corpo. Vamos ver como vai ser minha evolução nesta semana. A lesão foi bem complicada. Não precisei de operação, mas é uma dor que cada pé que coloco no chão para apoiar é como uma faca entrando no osso. Estamos tentando superar essa dor, esse bloqueio no joelho, com muita fisioterapia e empenho para jogar o quanto antes", disse.

De fora do clássico do último domingo, Fred relatou o sofrimento de acompanhar como torcedor o triunfo do Fluminense sobre o Vasco. "O cara chega a passar mal. O Vasco joga uma bola no travessão e a gente perdendo várias oportunidades de matar o jogo. Um a zero é um placar perigoso, mas graças a Deus deu tudo certo. Quero parabenizar todos os guerreiros porque foram superiores o jogo inteiro", afirmou.

O atacante confirmou que como o Fluminense não corre mais riscos de ser rebaixado e também não luta por vaga na Copa Libertadores, o time traçou a meta de encerrar o Brasileirão da melhor forma possível, vencendo todos os jogos, como também foi revelado por Eduardo Baptista.

"Tivemos uma reunião antes do jogo contra o Vasco e conversamos que o nosso objetivo é somar o máximo de pontos possíveis. Falamos em buscar seis vitórias, agora faltam cinco. Não é simples, pois são adversários complicados, mas vamos em busca", explicou.

Após folgar na segunda-feira, o elenco do Fluminense se reapresenta nesta tarde, quando inicia a preparação para o duelo com a Chapecoense. O time está em 12º lugar no Brasileirão com 43 pontos.

Mais conteúdo sobre:
futebol Fluminense Fred

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.