Rubens Chiri
Rubens Chiri

Torcedor que colocou nome de Diego Lugano no filho encontra ídolo

Felipe de Castro tem encontro com zagueiro do São Paulo em Ribeirão Preto

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

22 de março de 2017 | 19h26

O torcedor Felipe de Castro viveu duas grandes emoções em menos de uma semana. No sábado, teve o nascimento de seu filho, que batizou como Diego Lugano Lago de Castro, em homenagem ao zagueiro uruguaio do São Paulo. E nesta quarta-feira, recebeu um convite do clube para conhecer pessoalmente seu ídolo em Ribeirão Preto, após ter sua história contada em reportagem do Estadão.

Felipe mora em Orlândia, distante 50 quilômetros da cidade onde o São Paulo enfrentará o Botafogo, pelo Campeonato Paulista. Ele recebeu as instruções para aparecer no hotel da delegação, foi convidado a entrar e logo de cara viu Lugano saindo do elevador. O jogador o cumprimentou e disse que iria almoçar e já voltava.

"Quando ele retornou, sentou no lobby do hotel comigo e ficamos meia hora batendo papo. O cara é gente da gente, é o torcedor em campo, fala nossa língua e entende o sentimento que nós, torcedores, temos por ídolos como ele. O Lugano gravou uma mensagem para minha esposa e combinamos de, quando meu filho puder, vamos nos encontrar pra eles se conhecerem pessoalmente", contou Felipe.

O bebê nasceu no sábado, em Orlândia, no interior de São Paulo, e foi registrado como Diego Lugano Lago de Castro. "Eu sou são-paulino fanático e para mim o Lugano é mito. Quando minha mulher engravidou, falei que gostaria de chamar o bebê de Diego Lugano. Ela liberou. Se fosse menina ela quem daria o nome. Ninguém acreditava que eu faria isso", disse.

"Quando postei a foto do meu filho com a certidão de nascimento jamais esperava que fosse ter essa repercussão toda. Sou um cara discreto, não tenho muitos seguidores em Instagram e Facebook, mas de alguma forma a foto 'pegou' e quando vi já tinha muita gente compartilhando. Agora o maior presente que poderia ter foi conhecer o Lugano pessoalmente", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.