Torcedor que foi jogado da arquibancada morre na Argentina

Emanuel Balbo foi agredido por torcedores do Belgrano, time para qual torcia

Estadao Conteudo

17 de abril de 2017 | 12h42

A violência entre torcedores no futebol da Argentina fez mais uma vítima. O Hospital de Urgências da cidade de Córdoba, a 700 quilômetros de Buenos Aires, confirmou nesta segunda-feira a morte de Emanuel Balbo, que no último sábado foi jogado de um dos setores do Estádio Mario Alberto Kempes.

Emanuel Balbo sofreu um forte traumatismo craniano ao ser agredido e depois jogado de um dos setores do estádio durante uma briga no intervalo do clássico de Córdoba entre Belgrano e Talleres, que terminou empatado por 1 a 1, no último sábado, durante a 20ª rodada do Campeonato Argentino.

 

O jovem, apoiador do Belgrano, foi jogado por torcedores do mesmo clube. As imagens de TV mostram Balbo tentando escapar dos seus agressores, que o interceptam no primeiro degrau do setor e o atiram no vazio.

Raúl Balbo, pai de Emanuel, disse à rádio Cadena 3 de Córdoba que seu filho foi agredido porque se encontrou com o suposto assassino do seu irmão, que identificou como sendo Óscar Alfredo Gómez.

"O problema aconteceu porque há quatro anos me mataram um filho e Emanuel se encontrou no campo com um dos que o mataram, que é Oscar Alfredo 'El Sapito' Gómez", detalhou Raúl Balbo. "Como Gómez é pouco homem, ao invés de se defender sozinho, incitou a violência a todos seus amigos que tinha ali e eles pegaram meu filho".

A promotora Liliana Sánchez disse à imprensa que o caso é investigado como "homicídio com agravantes", o que poderia levar o responsável a ser condenado por até 34 anos de prisão. A polícia já prendeu quatro pessoas pelo incidente, mas ainda procura Gómez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.