Reprodução
Reprodução

Torcedora imita macaco em jogo da 3.ª divisão espanhola

Alvo do ato racista foi o jogador marfinense Mamadou Koné, do Racing Santander

Agência Estado

18 de maio de 2014 | 15h56

LLAGOSTERA - Mais um caso de racismo assolou o futebol espanhol neste domingo. Desta vez, o incidente aconteceu na terceira divisão do campeonato nacional, pela qual o Llagostera recebeu o Racing Santander. Durante o confronto, que terminaria empatado em 0 a 0, o uma torcedora do time da casa foi flagrada imitando um macaco para o marfinense Mamadou Koné, da equipe adversária.

Após o confronto, o próprio Koné se manifestou através das redes sociais. Em sua página no Twitter, o atacante colocou a foto da torcedora, tirada enquanto ela imitava um macaco, e escreveu: "A respeito desta senhora, melhor não dizer nada... Já se retrata sozinha".

O Llagostera, no entanto, rapidamente se pronunciou sobre o caso, também através de sua página no Twitter. "O Llagostera condena todo tipo de atitude racista e pede desculpas aos que se sentiram atingidos com a atitude de uma torcedora. O clube já trabalha para identificar a torcedora, que não é sócia do clube, e proibir sua entrada no estádio", escreveu.

Mais tarde, o time espanhol soltou um comunicado oficial para comentar sobre o caso, no qual garantiu que trata-se de "um fato isolado e pontual de só uma pessoa". O clube ainda lamentou que este caso "possa prejudicar a boa imagem dos torcedores do Llagostera" e prometeu "trabalhar, na medida do possível, para evitar que situações como essa voltem a acontecer".

Este é o terceiro caso de racismo no futebol espanhol em cerca de um mês. No primeiro, o lateral Daniel Alves, do Barcelona, reagiu a um torcedor do Villarreal que arremessou uma banana em campo comendo a fruta. Depois, o atacante Diop, do Levante, foi ofendido por torcedores do Atlético de Madrid e dançou na frente deles depois do apito final do árbitro.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterracismoLlagostera

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.