Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Brasileiros são maioria no estádio pela primeira vez na Copa América

Seleção vai se sentir em casa no Monumental diante da Venezuela

GONÇALO JUNIOR E ALMIR LEITE, ENVIADOS ESPECIAIS A SANTIAGO, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2015 | 17h20

Pela primeira vez nesta Copa América, os torcedores brasileiros devem ser maioria em uma partida da seleção. Depois de sofrer com as provocações dos peruanos no jogo de estreia, que estavam em maioria absoluta no estádio Germán Becker, em Temuco, e de atuar como se estivesse em Bogotá, diante da Colômbia, mesmo jogando em Santiago, os torcedores ocupam a maioria dos acessos do estádio Monumental para a partida contra a Venezuela.

Foi a primeira que se ouviu samba em Santiago na Copa América. Uma batucada anima os torcedores, na entrada principal, e reafirma o clima de confiança na classificação da seleção à próxima fase. Todas as seleções do grupo estão empatadas com três pontos, e o Brasil precisa da vitória para avançar. Seus possíveis adversários são Paraguai, Bolívia e Argentina, de acordo com a colocação final do grupo.

O advogado Péricles Silveira Filho tinha um motivo especial para a animação em Santiago. Ele ganhou uma espécie de "passe livre" da esposa para viajar ao Chile com o amigo Bradson Camelo e o cunhado Victor Gondim para assistir aos jogos. Chegou na sexta-feira e voltará nesta segunda. Detalhe: sexta-feira era o sexto aniversário de casamento. "Eu pedi e ela aceitou sem problemas. Vou agradecê-la sempre", diz o morador da João Pessoa (PB).


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.