Kirsty Wigglesworth/ AP
Kirsty Wigglesworth/ AP

Torcedores da Escócia são detidos em Londres após empate com a Inglaterra pela Eurocopa

Seleção escocesa ficou no 0 a 0 em Wembley e segue sonhando com vaga nas oitavas de final

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2021 | 23h22

A sexta-feira não terminou bem para alguns torcedores da Escócia. Após verem a sua seleção empatar sem gols com a Inglaterra pela Eurocopa, em Wembley, escoceses fizeram festa nas ruas de Londres. Muitos se aglomeraram, desrespeitando limites impostos devido à pandemia do novo coronavírus.

A torcida se reuniu principalmente nas proximidades do estádio, na região da Leicester Square. Diante da situação, a polícia londrina precisou intervir e deteve 18 torcedores da Escócia. Entre as acusações estão violência, desordem, posse de drogas, porte de arma ofensiva e embriaguez. Um policial foi agredido, mas ficou apenas com ferimentos leves.

Apesar de não ter marcado gols na partida, a Escócia encantou torcedores por suas ações ofensivas e por passar perto de arrancar uma vitória. A seleção inglesa era considerada amplamente favorita para o clássico britânico. Os escoceses haviam perdido no jogo inaugural para a República Checa, em Glasgow. Somar um ponto se tornou essencial para seguir sonhando com uma vaga nas oitavas de final.

Apesar do empate, a seleção escocesa segue na quarta colocação no Grupo D. A liderança é do conjunto checo, que empatou nesta sexta-feira com a Croácia, terceira colocada. Os atuais vice-campeões mundiais também têm apenas um ponto. A Inglaterra está no segundo lugar, com os mesmos quatro pontos da República Checa. Na última rodada, Escócia e Croácia se enfrentam em Glasgow, enquanto ingleses e checos medem força em Londres. Os jogos acontecem concomitantemente, na próxima terça-feira, às 16h.

A torcida escocesa não conseguiu esconder a satisfação com o futebol praticado no duelo desta sexta-feira. A alegria estava estampada nos rostos dos escoceses presentes em Wembley, que cantavam a plenos pulmões até o apito final. Ingleses, por sua vez, não gostaram da postura dos comandados de Gareth Southgate e chegaram a vaiar a equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.