Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Torcedores da Ponte Preta e PM entram em confronto após derrota em Campinas

Confusão ocorre na saída do Moisés Lucarelli, após derrota do time de Campinas para o Corinthians, pela final do Paulista

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2017 | 19h30

Torcedores da Ponte Preta entraram em confronto com a Polícia Militar após a partida contra o Corinthians, neste domingo, em Campinas (SP). Na saída do estádio Moisés Lucarelli, os policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo e cassetetes para dispersar os torcedores. O tumulto fez com que famílias assustadas voltassem para dentro do estádio, com receio dos atos de violência. A confusão durou cerca de 10 minutos.

Os conflitos entre os torcedores da Ponte Preta começaram ainda dentro do estádio, logo após o terceiro gol corintiano. Com a derrota definida, uma corrente pedia que a torcida continuasse apoiando o time mesmo com a derrota; outros defendiam as vaias e os protestos contra os jogadores. Os policiais precisaram intervir para encerrar as discussões e separaram os torcedores.

No primeiro tempo, um torcedor da Ponte Preta deixou o estádio Moisés Lucarelli desacordado em uma ambulância. Testemunhas afirmam que ele foi agredido por um segurança do clube campineiro ao tentar trocar de setor logo após o primeiro gol do Corinthians, feito por Rodriguinho, aos 13 minutos. Houve um princípio de correria na hora do incidente, mas a situação foi controlada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.