Divulgação
Divulgação

Torcidas de Palmeiras e Corinthians voltam a brigar após clássico

Corintianos, em maior número, surraram os palmeirenses

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2016 | 20h41

Torcedores de Corinthians e Palmeiras voltaram a se enfrentar após o clássico deste domingo, vencido pelo time alviverde por 1 a 0 no estádio do Pacaembu. Foram verificados conflitos na região oeste de São Paulo. O caminhão da Gaviões da Fiel que transportava faixas e instrumentos da torcida encontrou dois torcedores do Palmeiras no cruzamento das avenidas Henrique Schaumann e Cardeal Arcoverde. Os torcedores alvinegros, em maior número, surraram os palmeirenses a ponto de um deles ficar desacordado. As informações foram confirmadas pela Polícia Militar.

"Os torcedores do Corinthians que estavam no caminhão das bandeiras e instrumentos encontraram os palmeirenses, desceram e bateram neles", confirmou o tenente-coronel da PM, Luiz Gonzaga. De acordo com o tenente-coronel, 27 corintianos foram detidos e encaminhados à 23.º Delegacia de Polícia de São Paulo.

Confrontos entre torcedores de Palmeiras e Corinthians antes do clássico já haviam terminado com um morto e dezenas de feridos. As brigas criaram um cenário de guerra em três pontos da Grande São Paulo: São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo; na estação Brás, da Linha Vermelha do Metrô, e também em Guarulhos, na região metropolitana. Ao todo, 30 pessoas já haviam sido detidas.

A polícia não acredita em premeditação. "Nosso serviço de inteligência monitora as ações e não identificou movimentação suspeita. Não tinha nada marcado. Foram conflitos do acaso nos três locais", afirmou Gonzaga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.