Reprodução
Reprodução

Torcedores do Corinthians protestam no Parque São Jorge e pedem investigação contra diretoria

Corintianos questionaram a dívida do estádio e o déficit financeiro do ano passado

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de março de 2020 | 22h50

A torcida do Corinthians ignorou a pandemia do coronavírus e se reuniu em frente ao Parque São Jorge para protestar contra a diretoria. O principal alvo foi o presidente Andrés Sanchez. 

Não é a primeira vez na atual temporada que torcedores vão cobrar a equipe. Há algumas semanas, após a eliminação na Libertadores, foram no CT Joaquim Grava pedir mudanças no time e a saída do atual mandatário.

Uma das faixas colocadas no muro do clube também questionava a dificuldade enfrentada para pagar o estádio. "Arena de mármore, dívida impagável". Outra: "Clube quebrado dirigente milionário". Uma terceira lembrava do déficit na temporada passada. "Déficit de 170 milhões, investigação já."

O Corinthians volta a campo no domingo para enfrentar o Ituano, na arena em Itaquera. A partida terá portões fechados por causa do coronavírus. O time alvinegro está na lanterna do Grupo D do Estadual a três rodadas do fim.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.