Fluminense (@fluminensefc)/Twitter
Fluminense (@fluminensefc)/Twitter

Torcedores do Fluminense tentam invadir sede do clube durante reunião

Manifestantes lançaram bombas, pedras e cavaletes; Polícia Militar atirou com balas de borracha para dispersar grupo

Fábio Grellet / Rio, O Estado de S.Paulo

04 Julho 2018 | 17h47

Cerca de 60 torcedores do Fluminense tentaram invadir a sede do clube, em Laranjeiras, na zona sul do Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira, 3, durante uma reunião do Conselho Deliberativo do clube. Eles pedem a saída do presidente Pedro Abad. Houve confusão, e os seguranças conseguiram impedir a invasão, mas a Polícia Militar foi chamada para dispersar o grupo.

+ Fluminense anuncia contratação do atacante Luciano, ex-Corinthians

+ Fluminense acerta retorno do zagueiro Digão por empréstimo até o fim do ano

+ Scarpa consegue liminar, fica livre do Fluminense e pode voltar ao Palmeiras

Os manifestantes lançaram bombas, pedras e cavaletes para dentro da sede e também queimaram lixeiras instaladas na Rua Álvaro Chaves, onde fica a entrada principal do clube. Os torcedores foram dispersados pela PM com tiros de balas de borracha.

Foi o terceiro tumulto ocorrido durante reuniões do Conselho Deliberativo. Um grupo de oposição à atual gestão tenta protocolar um pedido de abertura de processo de impeachment contra Abad.

A reunião do Conselho foi convocada a pedido de um grupo de conselheiros da oposição, que solicitou a convocação de quatro diretores ou assessores do clube para que prestem esclarecimentos sobre a atual gestão. Essa reunião foi marcada para 19 de junho, mas naquela noite houve confusão semelhante e o encontro acabou transferido para esta terça. Antes, uma outra reunião do Conselho Deliberativo também havia terminado em confusão no dia 30 de janeiro.

Procurada pela reportagem do Estado, a direção do Fluminense não havia se manifestado até as 17h20 desta quarta-feira, 4. 

JOGO-TREINO

Com uma equipe reserva, o Fluminense venceu o Maricá por 4 a 0 na última terça, com gols de Fernando Neto, João Carlos, Samuel e Luquinhas, em jogo-treino visando a continuidade da temporada, na qual a equipe voltará a atuar pelo Campeonato Brasileiro no dia 19 de julho, em clássico com o Vasco, em São Januário.

Nesta quarta-feira, o Fluminense realizou um novo jogo-treino, no CT da Barra, desta vez contra a Portuguesa da Ilha do Governador. E a equipe tricolor acabou sendo derrotada por 1 a 0 sob os olhares do técnico Marcelo Oliveira, contratado durante esta pausa da Copa do Mundo para substituir Abel Braga, que pediu demissão do cargo.

A equipe voltará a treinar na tarde desta quinta, novamente no CT da Barra. Antes da atividade, o atacante Luciano e o zagueiro Digão serão apresentados oficialmente como novos reforços do clube

 

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fluminense torcida futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.