Reprodução/ Twitter
Reprodução/ Twitter

Torcedores do Grêmio protestam em frente à Arena: 'Time sem vontade'

Cerca de 50 pessoas aguardaram a chegada do elenco no estádio com faixas e cânticos de protesto

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2020 | 20h02

Após a derrota por 2 a 0 para a Universidad Católica na quarta-feira, pela Copa Libertadores, a delegação do Grêmio foi recebida com protesto de torcedores nesta quinta, em frente à Arena. Cerca de 50 pessoas participaram da manifestação.

Duas faixas foram estendidas na frente do estádio: "time sem vontade" e "cadê o futebol do Grêmio?". Além disso, os torcedores cantaram que o time era "sem vergonha" e "tem que ter raça para jogar no Imortal", em referência ao apelido do clube.

Os torcedores também lembraram que o Grêmio terá o clássico contra o Internacional na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, pela quarta rodada do Grupo E da Libertadores. "Não é mole não, ganhar o Gre-Nal virou obrigação", cantaram.

Antes do Gre-Nal, o Grêmio volta a campo neste domingo, contra o Palmeiras, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe está em 13º lugar na tabela do campeonato nacional, com 12 pontos conquistados em nove partidas.

Na Libertadores, apesar da derrota para a Universidad Católica, o Grêmio segue em segundo lugar do Grupo E, com quatro pontos. O Inter lidera o grupo, com sete pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.