Andy Buchanan / Reuters
Andy Buchanan / Reuters

'Torcedores do Liverpool não me querem como técnico, querem que Klopp continue', diz Gerrard

Atualmente no Rangers, ex-meiocampista assume vontade de, no futuro, comandar o time no qual é ídolo

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2021 | 19h57

Um grande ídolo do Liverpool conquistando seu primeiro título como técnico ao mesmo tempo em que o time passa por uma crise no Campeonato Inglês: a situação levantou algumas dúvidas se Steven Gerrard poderia assumir o lugar de Jürgen Klopp no comando do time inglês em breve. Contudo, o ex-meiocampista, atualmente técnico do escocês Rangers, espera que isso não se concretize.

“Os torcedores do Liverpool não querem que eu seja o técnico do clube. Eles querem que Jürgen Klopp continue como técnico e eu estou totalmente com todos eles. Nós deveríamos falar sobre isso, nós temos um dos melhores técnicos liderando o nosso clube neste minuto. Eu o amo. Eu espero que ele fique por mais alguns anos. Mas eu tenho um trabalho aqui. Eu não acho que ajuda falar sobre isso e eu espero que Jürgen continue no Liverpool por muitos anos”, afirmou Gerrard.

Isso não significa que Gerrard não pense em assumir a equipe. “O Liverpool é o meu clube. Tive uma grande jornada. É um sonho para mim ser um dia o treinador do Liverpool? Sim, é, mas ainda não e quem pode dizer que algum dia serei bom o suficiente”, disse.

No último final de semana, o Rangers voltou a conquistar o Campeonato Escocês após dez anos, pela primeira vez após ir à falência, com uma campanha espetacular. Gerrard evitou comparar esta conquista com as que teve como jogador. “Para ser honesto, eu nem tive tempo de refletir e pensar sobre isso nos últimos dois dias, ou comparar isso a outras conquistar na minha carreira. Eu não acho que é justo comparar conquistar. O que eu conquistei como jogador foi fantástico, é claro que foi, mas eu estou em uma jornada diferente, em um caminho diferente de carreira com um clube diferente”, opinou.

“Não é realmente sobre mim, de um ponto de vista pessoal, e compensar os altos ou baixos anteriores. É sobre o Rangers, é sobre alcançar nosso primeiro grande objetivo juntos. É tudo uma questão de jogadores e torcedores. Estou extremamente orgulhoso de ambos”, completou o técnico.

Com o título do Campeonato Escocês garantido, o Rangers ainda tem possibilidade de conquistar a Liga Europa, na qual enfrenta o Slavia Praha nas oitavas de final, e a Copa da Escócia, na qual a equipe joga com o Cove Rangers pela terceira fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.