André Mourão/Ag. O Dia
André Mourão/Ag. O Dia

Torcedores do Vasco fazem protesto e cobram reação

Principais alvosda fúria dos vascaínos foram o meia Bernando e o zagueiro Rafael Vaz

AE, Agência Estado

18 de outubro de 2013 | 19h25

RIO - Cerca de 30 torcedores do Vasco invadiram o vestiário da equipe, durante o treino desta sexta-feira, em São Januário, a fim de cobrar dos jogadores mais garra e determinação para que evitem o rebaixamento no Brasileirão. Antes, os invasores vascaínos quiseram entrar no campo, mas não conseguiram. Durante o protesto desta sexta-feira, os torcedores entoaram cânticos ofensivos contra vários jogadores, entre os quais o meia Bernardo, contundido, e o zagueiro Rafael Vaz. Os seguranças do clube, dez ao todo, tentaram acalmar o grupo e evitaram ações mais rigorosas para que não houvesse um confronto.

Os torcedores também lançaram fogos de artifício no gramado e deixaram o ambiente ainda mais tenso em São Januário. Na noite de quinta-feira, após a derrota do Vasco para o Goiás, por 2 a 0, em Macaé (RJ), pela 29ª rodada do Brasileirão, as manifestações já começaram com a pichação dos muros da sede do clube.

O grupo de torcedores que foi a São Januário nesta sexta-feira prometeu ações mais contundentes se o time perder para o rival Botafogo, neste domingo, no Maracanã - o Vasco está na zona de rebaixamento do Brasileirão. A diretoria do clube já prometeu reforçar a segurança de atletas e dirigentes para o clássico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.