Torcedores ingleses brigam e são presos na Alemanha

A Inglaterra joga apenas neste sábado contra o Paraguai em sua estréia na Copa do Mundo. Mas nesta sexta, os torcedores ingleses já deram uma demonstração dos problemas que são capazes de criar. Em pleno centro de Frankfurt, aproveitaram o jogo de estréia da Alemanha contra a Costa Rica para provocar a torcida da casa e comemorar cada gol contra os alemães. Brigas foram registradas em vários locais, com alguns torcedores detidos. Dois mil policiais foram deslocados para a região central da cidade para tentar controlar o enfrentamento entre ingleses e alemãs, antigos rivais europeus. A maior tensão ocorreu na Praça Roemenberg. A polícia foi obrigada a formar um cordão de isolamento no local para separar as duas torcidas. Isso não impedia, porém, que garrafas fossem atiradas de um lado ao outro, intensificando ainda mais o clima de confronto entre alemães e ingleses. Pelas estimativas das autoridades da cidade, 40 mil ingleses viajaram até Frankfurt para a partida deste sábado. A Inglaterra é um dos países mais representado por torcedores entre os 32 países que participam da Copa. "A grande maioria desses visitantes são pacíficos. Mas uma minoria já é suficiente para causar muita confusão", explicou um policial, que aponta para a violência também dos torcedores alemães. "Viemos de Bolton e prometemos que não vamos causar confusão se não formos provocados", ironizou James, comerciante inglês de 36 anos. Ao seu lado, Ian carregava uma caixa com 30 latas de cerveja que seriam consumidas na noite desta Sexta. A polícia admite que os principais causadores de problemas não são os torcedores alemães e ingleses com ingressos para os jogos. Mas eventuais hooligans que, sem conseguir ver as partidas, viajam até as proximidades dos estádios para enfrentar as torcidas adversárias. Uma das informações recebidas pela policia e de que os extremistas alemães estariam preparado ataques contra os "visitantes" ingleses. Nesta sexta, pelas ruas de Frankfurt, policiais filmavam os torcedores. "Queremos identificar quem são os responsáveis pelos problemas. Os que causarem distúrbios serão enviados de volta a seus países e banidos dos estádios", afirmou Hans Gieb, policial que comandava um grupo filmando os torcedores. Cerca de três mil ingleses já foram parados antes de entrarem na Alemanha e enviados de volta ao Reino Unido. A própria polícia britânica enviou agentes especiais para ajudar os alemães a controlarem os torcedores. "Estamos prevendo que teremos alguns incidentes de violência durante a Copa", admitiu Gieb.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.