Torcedores invadem treino do Vasco

Um dia após o presidente do Vasco, Eurico Miranda, decretar a lei do silêncio em São Januário, medida que proíbe os jogadores de conceder entrevistas até segunda ordem, cerca de 20 torcedores invadiram o treino e protestaram em voz alta. Pediram mais vontade em campo e a permanência na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro.Depois os torcedores se reuniram com Eurico Miranda e exigiram providências. O Vasco tem 51 pontos e precisa, no mínimo, de mais um empate para se livrar do descenso. Vai enfrentar domingo o Atlético-PR, em São Januário, e, na última rodada, o Santos, em São Paulo. Ou seja, tarefa difícil contra dois adversários com boa qualidade técnica e que disputam o título da competição.JUSTIÇA - O lateral-esquerdo Gilberto, do Hertha Berlim, da Alemanha, cobra na justiça contra o Vasco o pagamento de salários atrasos.Aproveitando as festas de fim de ano, o jogador vem ao Rio para participar de uma audiência contra o clube carioca no dia 13.Gilberto atuou pelo Vasco entre 1999 e 2001. "Tive ótimos momentos em São Januário e adoro a torcida. Mas estou buscando um direito que é meu".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.