Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Torcida 'abraça' o Palmeiras em sua despedida da Academia rumo ao Mundial de Clubes da Fifa

Elenco embarca sem Piquerez e Gabriel Veron, contaminados pela covid-19, mas esperançoso em boa campanha nos Emirados Árabes Unidos

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

02 de fevereiro de 2022 | 08h00

O Palmeiras viaja a Abu Dabi para a disputa do Mundial cercado de um clima que lhe favorece. O time alviverde deixa o Brasil invicto na temporada após derrotar o Água Santa - são três vitórias e um empate no Paulistão - e apoiado pela sua torcida. Os palmeirenses fizeram na frente da Academia de Futebol a tradicional festa para o elenco antes da viagem à capital dos Emirados Árabes Unidos. 

Centenas de torcedores estiveram na manhã desta quarta-feira na frente do centro de treinamento da Barra Funda. O ônibus conduzindo a delegação atrasou alguns minutos para deixar o local e teve de rasgar um mar de palmeirenses para tomar o caminho do aeroporto. Todos queriam abraçar o time. Não faltou animação. Tampouco confiança de que o Palmeiras possa voltar para casa com a conquista.

O elenco fez um treino leve a partir das 8h, a última atividade em São Paulo. Às 10h, a Mancha Alviverde, principal torcida organizada do clube, e torcedores comuns já estavam na porta da Academia para se despedir dos atletas. A CET estava no local para organizar o trânsito. O CT é próximo da obra da linha-6 do Metrô que desmoronou na Marginal do Tietê na terça-feira. No fim da festa, passaram em frenta ao CT do São Paulo, colado ao do Palmeiras, e cantaram músicas provocativas ao rival.

Em novembro passado, os palmeirenses também festejaram na frente do CT antes de a delegação embarcar para Montevidéu, onde ganhou por 2 a 1 do Flamengo na decisão continental. Esses eventos são tradicionais e geralmente ocorriam nos aeroportos, mas, devido ao risco de disseminação da covid-19, a festa passou a ser proibida pelas autoridades em locais fechados.

O ônibus com a delegação deixou o CT rumo ao Aeroporto de Guarulhos às 11h05. Às 13h, decola o avião fretado com destino a Abu Dabi, país cujo fuso está sete horas adiantado em relação ao horário de Brasília. "Vamos chegar lá mais preparados, mais cascudos”, disse o o meio-campista Danilo". O jovem de 20 anos teve seu contrato renovado recentemente e é um dos destaques do elenco comandado por Abel Ferreira.

O elenco embarca sem Piquerez e Gabriel Veron. O lateral uruguaio e o jovem atacante testaram positivo para a covid-19, estão em isolamento e sendo monitorados diariamente. Caso testem negativo a tempo, podem viajar depois em outro voo.

As novidades na delegação são os jovens Vanderlan e Giovani, que entraram no lugar da dupla diagnosticada com coronavírus. Eles foram campeões da Copinha no mês passado. Todos os jogadores foram testados para a covid nesta quarta. Os resultados deram negativos.

A previsão é de que os atletas cheguem ao pequeno país do Golfo Pérsico às 11h (horário local, às 4h, de Brasília) da quinta-feira. No mesmo dia, às 17h, a equipe treina pela primeira vez em solo estrangeiro, no Zayed Sports City. Na sexta, sábado e domingo o treinamento será às 10h. Todos os trabalhos serão abertos à imprensa apenas durante 15 minutos.

Na segunda-feira, dia 7, às 17h15, os jogadores fazem o reconhecimento do gramado do Al Nahyan Stadium, local da estreia no Mundial contra Monterrey ou Al Ahly. Às 18h45, o técnico Abel Ferreira e um atleta a ser escolhido pelo clube darão entrevista coletiva.

O primeiro compromisso está agendado para a próxima terça-feira, às 20h30 (horário local, 13h30 de Brasília). Os ingressos para esse jogo, válido pela semifinal, estão esgotados. O Al Nahyan Stadium, casa do Al Wahda, é um estádio acanhado, com capacidade para 15 mil torcedores, e comportará 60% de sua capacidade, como determinação do governo local para evitar a disseminação da covid-19.

Confira os relacionados para a viagem a Abu Dhabi:

Goleiros: Weverton, Marcelo Lomba e Vinicius

Laterais: Marcos Rocha, Mayke, Jorge e Vanderlan

Zagueiros: Gustavo Gómez, Luan, Kuscevic, Renan e Murilo

Meio-campistas: Gustavo Scarpa, Zé Rafael, Gabriel Menino, Danilo, Patrick de Paula, Raphael Veiga, Atuesta e Jailson

Atacantes: Breno Lopes, Dudu, Rony, Deyverson, Rafael Navarro, Wesley e Giovani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.