Joshua Paul/AP
Joshua Paul/AP

Torcida da Malásia atira sinalizadores no campo e paralisa jogo

Seleção malaia perdia da Arábia Saudita nas Eliminatórias

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2015 | 13h17

A Malásia está longe de ser uma potencia regional no futebol, mas derrota por 10 a 0 para os Emirados Árabes Unidos, quinta-feira, não foi bem digerida pelos torcedores malaios. Nesta terça-feira, a equipe saiu vencendo a Arábia Saudita em Shah Alam, mas levou a virada e perdia por 2 a 1. Os "ultras", descontentes, atiraram sinalizadores no campo e fizeram a partida ser encerrada mais cedo.

Safiq Bin Rahim abriu o placar para a Malásia, aos 25 minutos do segundo tempo. A virada veio rapidamente. Taisir Al-Jassim marcou aos 28 e Mohammed Al-Sahlawi colocou a Arábia Saudita à frente aos 31.

A terceira derrota em quatro jogos deixaria quase impossível a classificação para a próxima fase das Eliminatórias da Ásia para a Copa do Mundo e, sabendo disso, os chamados "ultras" (torcedores radicais) da Malásia decidiram boicotar o jogo. Diversos sinalizadores foram atirados no campo, o que obrigou o árbitro a paralisar a partida.

De acordo com o perfil da Federação Malaia de Futebol no Twitter, a partida foi abandonada aos 43 minutos do segundo tempo, restando à Fifa a decisão sobre o resultado do jogo. No site da entidade máxima do futebol, o placar ao vivo considerava a partida "encerrada", mas depois o status dela foi alterado para "abandonada".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.