Torcida atleticana espera 24h na fila

Se o time deu uma vacilada na partida contra o Grêmio, permitindo dois gols e o empate nos últimos minutos, os torcedores do Atlético Paranaense, líder do campeonato brasileiro, com dois pontos de vantagem sobre o Santos, não querem perder o lugar na Arena da Baixada, em Curitiba, para a partida com o São Caetano, domingo, às 16 horas.Teve gente que acampou por quase 24 horas para adquirir os ingressos.Em razão da fila que se estendia por toda a frente e uma lateral do estádio, a diretoria antecipou em meia hora o início da venda, previsto para as 10 horas da manhã desta quinta-feira. A primeira a ser atendida foi a estudante Gislaine Claro, de 19 anos. Ela garantiu a primazia ao chegar nos portões às 9 horas da manhã de quarta-feira. "Não saímos nenhum pouquinho", afirma, com os olhos de quem ficou vendo a noite passar.Gislaine foi acompanhada pelo namorado Diogo Dantas e pelo irmão deste, Pedro. A tia lhes trouxe alguma coisa para comer e eles se agarraram a cobertores e lonas para espantar o frio e defender-se da chuva. "Vale a pena porque quando a gente entra na Baixada o coração treme", diz a estudante. A aposta na vitória é tanta que ela já faz planos para a última rodada, quando o Atlético joga em casa contra o Botafogo. Vai se postar na fila na manhã de terça-feira.A carga total de ingressos, cujos valores variam entre R$ 10,00 e R$ 60,00, é de cerca de 23 mil. Na tarde desta quinta, sobravam apenas os mais caros. Até agora o maior público do Atlético no campeonato foi contra o Flamengo: 19.554. Longe dos 31.759 torcedores que assistiram à primeira partida contra o São Caetano nas finais do campeonato de 2001, quando o time paranaense foi campeão. Naquela época, a Arena ainda não tinha as cadeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.