ANDRÉ CARDOSO, Agência Estado

20 de junho de 2010 | 14h53

Wilton Júnior/AE

JOHANNESBURGO - Apesar de não ter sido uma supremacia como aconteceu na estreia, quando quase não havia norte-coreanos no estádio, a torcida brasileira foi maioria neste domingo no Soccer City, em Johannesburgo, onde o Brasil enfrenta a Costa do Marfim, a partir das 15h30 (horário de Brasília), pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo.

Veja também:

lista Todas as notícias da seleção brasileira

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

Na estreia no Mundial da África do Sul, na última terça-feira, a seleção brasileira praticamente se sentiu em casa no estádio Ellis Park, também em Johannesburgo, pois era apoiada por quase todos presentes no local. Assim, com o calor da torcida, o time de Dunga superou a baixa temperatura e conseguiu derrotar a Coreia do Norte.

No jogo deste domingo, a torcida da Costa do Marfim também esteve presente no Soccer City. Mas, apesar de ser um país africano, ficou em minoria diante dos brasileiros. E, dessa vez, até o clima ajudou a festa do torcida do Brasil, já que não fez o frio que era esperado - uma hora antes da partida, estava 11ºC.

Como está na liderança isolada do Grupo G, o Brasil precisa de uma vitória simples sobre a Costa do Marfim para garantir a classificação antecipada para as oitavas de final. Depois, a seleção brasileira ainda jogará contra Portugal, na próxima sexta-feira, em Durban, no encerramento da primeira fase da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.