Torcida brasileira vaia hino cantado por chilenos no Mineirão

Pela primeira vez nesta Copa, torcida da casa não respeitou vibração dos adversários durante execução protocolar 

Leandro Silveira, Agência Estado

28 de junho de 2014 | 13h25

O clima de cordialidade entre os torcedores do Brasil e do Chile sofreu um abalo momentos antes do início da partida entre as duas seleções, neste sábado, no Mineirão, em Belo Horizonte, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Afinal, os brasileiros vaiaram quando os adversários na partida cantaram o hino chileno à capela no estádio.

Continuar cantando o Hino Nacional após o fim da primeira parte vem sendo uma tradição da torcida brasileira desde o ano passado, na vitoriosa campanha na Copa das Confederações. E o comportamento está sendo repetindo pelas torcidas de outras seleções latinas na Copa do Mundo - mesmo porque, elas estão presentes em grande número no torneio.

O comportamento vinha sendo respeitado em todas as partidas da Copa. Isso, porém, não aconteceu neste sábado no Mineirão. Uma vaia em tom baixo foi escutada quando os alto-falantes do estádio anunciaram a execução do Hino Nacional do Chile. Depois, quando os torcedores começaram a cantá-lo à capela, os brasileiros voltaram a vaiar, encobrindo a cantoria chilena.

Apesar desse incidente, torcedores brasileiros e chilenos chegaram em clima amistoso ao Mineirão desde o início da manhã deste sábado, para acompanhar o duelo que vale uma vaga nas quartas de final da Copa. Entre os aproximadamente 60 mil presentes que lotam o estádio está a atriz Bruna Marquezine, namorada do atacante Neymar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.