Torcida croata leva vantagem no estádio em Berlim

Bem mais perto de casa, a torcida croata é um pouco maior do que a brasileira no Estádio Olímpico de Berlim, nesta terça-feira, para o jogo entre Brasil e Croácia, pelo Grupo F da Copa do Mundo. Mesmo assim, o clima entre os torcedores é de muita festa e total confraternização.A festa croata em Berlim já começou na noite de segunda-feira, com milhares de pessoas nas ruas centrais da cidade, e continuou durante toda a terça-feira. A maioria croata, sempre com o uniforme quadriculado branco e vermelho, se reunia em bares para beber e mostrar todo seu orgulho com os cantos de incentivo à seleção.Já os brasileiros fizeram uma festa um pouco mais modesta. Enquanto os croatas optaram por ficar em grupos, bebendo e esperando o começo da partida, a torcida do Brasil aproveitou a oportunidade para fazer turismo em Berlim.Dentro do estádio, a torcida brasileira recebe o reforço dos alemães e de visitantes de outros países europeus, todos encantados com o time de Parreira. Um grupo de amigos noruegueses, por exemplo, viajou para Berlim só para acompanhar a estréia do Brasil - seis pessoas, devidamente vestidas com a camisa amarela. OrganizaçãoO jogo entre Brasil e Croácia é o primeiro da Copa em Berlim. Por conta disso, a organização do Estádio Olímpico ainda acertava os últimos detalhes nesta terça-feira. Um grupo de funcionários, por exemplo, recebia instruções poucas horas antes de começar a partida.A chegada e a entrada das pessoas no estádio também teve alguma confusão e muita demora. Mas nada que tenha estragado a festa. Apesar da lotação esgotada, ainda foi possível encontrar vários torcedores procurando comprar ingresso para o jogo. E a única alternativa era pagar cerca de 400 euros para os cambistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.