Torcida da Roma é proibida de ver partida contra Sampdoria

Órgão anti-hooligan diz que decidiu intervir 'de modo rigoroso' após novo incidente em Roma

Mark Meadows, REUTERS

21 de janeiro de 2008 | 14h26

A torcida da Roma não poderá assistir à partida das quartas-de-final da Copa Italiana da equipe contra o Sampdoria, no campo do adversário, como punição pelos violentos incidentes do fim de semana, anunciou na segunda-feira o órgão responsável pela repressão aos hooligans. Três torcedores do Catania foram esfaqueados em tumultos antes da derrota de 2 a 0 para a Roma no domingo, na capital italiana. O órgão anti-hooligan disse numa nota que decidiu intervir "de modo rigoroso contra os torcedores da Roma" e que está determinado a agir no longo prazo. "Um grande grupo de torcedores da Roma organizou e executou deliberadamente a agressão", afirmou o órgão. Em novembro, houve grandes tumultos em Roma depois da morte de um torcedor do Lazio, atingido pela polícia durante um tumulto numa viagem da torcida para Milão. Nas últimas duas temporadas, a torcida da Roma também entrou em confronto com torcedores do Manchester United pela Copa dos Campeões.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato ItalianoRoma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.