Torcida do Barça não esquece Rivaldo

Apesar de já não pertencer ao Barcelona, Rivaldo continua gerando turbulências dentro do clube espanhol. Hospedados no sofisticado vilarejo de Pregny, na Suíça, para a pré-temporada, os jogadores do Barcelona não falam de outro assunto: o afastamento de Rivaldo e o comportamento da direção da equipe em relação ao jogador. O técnico do time, Louis Van Gaal, chega a se irritar ao ser questionado pela Agência Estado sobre os motivos de seu desentendimento com Rivaldo. "Não vou me pronunciar sobre o assunto. Trata-se de um tema já acabado", afirmou o técnico. Mas os torcedores, que há três temporadas não vêem seu time ganhar o título espanhol, parecem não pensar da mesma forma.Na segunda-feira, em Barcelona, os torcedores aproveitaram a apresentação oficial do time, no estádio Camp Nou, para vaiar os diretores da equipe. Roberto Bonano, goleiro do Barcelona, afirmou que a reação dos torcedores confirma que Rivaldo deixou sua marca na equipe. "Ele (Rivaldo) deu tudo pelo Barcelona", disse o argentino. Contradições - As versões sobre o que teria levado o fim do contrato entre o jogador e a equipe espanhola ainda são contraditórias e a direção do Barcelona não faz qualquer esforço para esclarecer o tema. O presidente do clube, Joan Gaspart, afirmou na assembléia anual do Barcelona, realizada na noite de segunda-feira, que ofereceu uma renovação de contrato por dois anos, mas teria sido o próprio Rivaldo que teria recusado a proposta. Ao mesmo tempo, ninguém no Barcelona esconde que Van Gaal não queria o jogador no elenco e teria pedido seu afastamento. Já a rádio Estel, da Espanha, informou a seus ouvintes hoje que um informe médico produzido pelo Barcelona indicaria que Rivaldo está com três lesões graves no joelho direito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.