Torcida do Corinthians comparece mais uma vez ao treino

Cerca de 400 estiveram na arquibancada apoiando o time, que está confirmado e joga neste sábado

Fábio Hecico, Estadão

12 de outubro de 2007 | 12h25

A torcida do Corinthians resolveu justificar o rótulo de 12.º jogador do time mais uma vez. Repetindo a fórmula que deu certo diante do São Paulo (vitória por 1 a 0 na rodada passada), mais uma vez ‘invadiram’ o treino no Parque São Jorge para incentivar o elenco. Cerca de 400 pessoas, entre elas muitas crianças acompanhadas dos pais, estiveram nas arquibancadas da Fazendinha. Veja também: Você aprova a eleição de Andrés Sanchez como o novo presidente do Corinthians? Corinthians: 30 anos do fim da fila"Não vou te abandonar, não von te abandonar, não vou te abandonar, por que te amo", cantavam, em coro, sob forte calor. Foram várias músicas cantadas, quase todas em manifestação de apoio para o duelo deste sábado, diante do Internacional, às 16 horas, no Pacaembu. Apenas um desses gritos de guerra vieram em tom de cobrança. "Se o Corinthians não ganhar, olê, olê, olá, o pau vai quebrar", ameaçaram. Música essa que rapidamente foi mudada pelo hino do clube. Já se acostumando com a presença da torcida, seja ela no estádio ou mesmo no clube, o goleiro Felipe garantiu que a atitude não intimida, e sim, auxilia. "Ajuda bastante eles vindo aqui para apoiar. Dando seus gritos de guerra, os torcedores só motivam mais o elenco", afirmou, ressaltando do bem no triunfo do clássico. "Não esperávamos tanta gente diante do São Paulo.E, mesmo a torcida deles sendo a maioria, parecia o contrário. É uma motivação a mais para gente, como já havia sido diante do São Paulo." Após o treino de sexta, fechado para a imprensa durante 1 hora e 10 minutos, nos quais Nelsinho Baptista treinou muito as bolas paradas, os torcedores formaram enormes filas nas bilheterias do Parque São Jorge.Clube consegue mais um jogo no PacaembuA promessa é de grande público no Pacaembu, para o penúltimo jogo do ano no estádio. Isso mesmo, penúltimo. O duelo diante do Figueirense, dia 28, às 17 horas, ainda será no estádio. "O Andrés (Sanchez, presidente) fez um pedido (para a Federação Paulista de Futebol, quarta-feira) e agora o clube aguarda apenas um ofício do Pacaembu. Mas o jogo será lá", informou o assessor de imprensa do Corinthians, Luciano Signorini. O técnico Nelsinho Baptista comemorou o fato de ainda jogar na ‘casa corintiana’ diante dos catarinenses. Desta foram, apenas os duelos diante de Atlético-PR e Vasco serão no Morumbi. "Mas esperamos já ter salvo o time antes das rodadas finais e já estarmos brigando pela vaga na Copa Sul-Americana", observou. Time confirmadoSe o treinador escondeu o trabalho de bolas paradas, fez questão de confirmar a escalação, com Ailton na ala-esquerda e Clodoaldo na frente. "Se o Internacional esperava se preocupar com o Finazzi, agora terá dois motivos de preocupação: ele e o Clodoaldo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.