Torcida do Corinthians depreda arena do Palmeiras no clássico

Torcida do Corinthians depreda arena do Palmeiras no clássico

Primeiro Dérbi do Allianz Parque fica marcado por confronto entre palmeirenses e PM, além de briga entre corintianos no setor visitante

O Estado de S. Paulo

08 de fevereiro de 2015 | 20h28

Depois do primeiro Dérbi do Allianz Parque, que ficou marcado pelo confronto entre torcedores do Palmeiras e a Polícia Militar, era possível ver sinais de destruição por parte da torcida do Corinthians. Os banheiros foram pichados com provocações ao rival e várias cadeiras foram quebradas ou arrancadas do piso no setor dos visitantes.

A ação pode ser vista como uma resposta depois dos palmeirenses terem quebrado 258 cadeiras no primeiro Dérbi da Arena Corinthians pelo Brasileirão de 2014. Na ocasião, o Palmeiras foi punido com multa de R$ 50 mil por conta do prejuízo, valor que foi posteriormente reduzido para R$ 5 mil, após julgamento do STJD. Pesou a favor do Palmeiras o fato de o clube ter comprovado que gastou mais do que valor da multa para ressarcir o Corinthians.

Durante a semana o presidente da Gaviões da Fiel, Wagner B.O., pediu para que os membros da organizada não revidassem com depredação do estádio rival e chegou a falar em limpar até o lixo produzido pelos torcedores. "Eu falo, família, o que eles querem é que a gente chegue lá e quebre cadeira, que tenha confusão na cidade inteira. Peço que a gente não quebre nada. Não somos porcos, esse é o recado que a diretoria da Gaviões quer passar".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.