Torcida do Coritiba invade vestiário para cobrar jogadores

Thiago Galhardo teve que se esconder no vestiário do São Paulo

O Estado de S. Paulo

25 de outubro de 2015 | 20h45

A paciência da torcida do Coritiba parece ter chegado ao fim. Após a derrota para o São Paulo, a quinta consecutiva no Campeonato Brasileiro, os torcedores invadiram o vestiário do clube para cobrar os jogadores da equipe. Segundo o jornal A Gazeta do Povo, o grupo invadiu o local pelo estacionamento por onde as delegações acessam o Couto Pereira.

Alguns carros que estavam no local foram danificados. Ainda segundo a publicação o meia do Coritiba, Thiago Galhardo, teve que se abrigar no vestiário do visitante, onde estava o time do São Paulo, por cerca de 15 minutos. Já o zagueiro Juninho teve que voltar ao gramado. Apesar do susto, os torcedores não tiveram contato direto com os jogadores, eles teriam chegado apenas na área destinada ao aquecimento e não conseguiram adentrar ao vestiário. 

O resultado contra o São Paulo manteve o Coritiba com 33 pontos, na 17ª colocação no Campeonato Brasileiro. O clube é a primeira equipe na zona de rebaixamento para a Série B e está a apenas um ponto do Avaí, 16ª colocado.

“Esse clima nunca é bom. É a segunda vez que isso acontece esse ano. Eu acho essa manifestação nunca é boa", disse o treinador do Coritiba, Ney Franco. Na sétima rodada do Brasileirão, após a derrota para o Flamengo, os torcedores. Na ocasião, houve apenas uma conversa, sem ameaças de agressão. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.