Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Torcida do Flamengo faz protesto com pichação em muros da Gávea: 'Fora Abel'

Treinador e vice-presidente de Relações Externa, Luiz Eduardo Baptista, foram os principais alvos das críticas

Redação, Estadão Conteúdo

20 de maio de 2019 | 13h10

A torcida do Flamengo parece não estar muito feliz com o desempenho do time em 2019, apesar da conquista do título do Campeonato Carioca, da classificação às oitavas de final da Copa Libertadores e da vitória na rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Corinthians, mesmo jogando em São Paulo. A instabilidade no Campeonato Brasileiro, especialmente após a derrota para o Atlético-MG por 2 a 1 no sábado, com um a mais em campo no segundo tempo, gerou insatisfação e protestos dos torcedores, que na madrugada desta segunda-feira picharam muros da Gávea, sede do clube, e do CT Ninho do Urubu.

Os principais alvos foram o técnico Abel Braga e Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice de Relações Externas e membro do conselho gestor de futebol. "Fora Abel", "Fora Bap. O Flamengo não é seu", "Perder não é normal" e "Copa Mickey é o ca..." puderam ser lidos nos muros das duas instalações do clube rubro-negro.

A frase "Perder não é normal" faz uma referência ao que foi dito pelo técnico Abel Braga, na entrevista coletiva após a derrota em Belo Horizonte, que apontou que os resultados ruins diante do Internacional, em Porto Alegre, e para o Atlético-MG, ambas pelo Brasileirão, não eram resultados fora do comum diante das circunstâncias.

Já "Copa Mickey" foi uma lembrança à Florida Cup, torneio amistoso disputado durante a pré-temporada, em janeiro, nos Estados Unidos, e que teve a conquista enaltecida em uma recente nota oficial publicada pelo clube em suas redes sociais.

Com sete pontos após cinco rodadas, o Flamengo ocupa a nona posição na tabela de classificação - o líder Palmeiras tem 13. Na próxima rodada, o time rubro-negro encara o Athletico-PR, neste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Abel BragaFlamengofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.