Torcida do Flamengo vai ao treino para cobrar o time

Sem violência, mas sem deixar de cobrar, líderes de torcidas organizadas do Flamengo foram ao treino do time nesta segunda-feira, na Gávea. Os torcedores tiveram uma rápida reunião com os jogadores e a comissão técnica, quando manifestaram apoio e pediram uma reação da equipe na luta contra o rebaixamento no Brasileirão.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2010 | 16h46

Depois da derrota em casa para o Palmeiras, no último sábado, o Flamengo ficou estacionado nos 28 pontos. Com isso, ocupa o 16º lugar, o primeiro fora da zona de rebaixamento. E já volta a jogar nesta terça-feira, quando visita o também ameaçado Goiás, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 26ª rodada do Campeonato.

Apesar da cobrança, os jogadores viram a reunião desta segunda-feira como algo positivo. "É importante saber que o torcedor está conosco. A torcida do Flamengo é diferenciada, apoia a equipe em todos os momentos e sabemos que temos que fazer a nossa parte dentro de campo para que isso continue assim", afirmou o meia Renato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.