Divulgação/Agência Palmeiras
Divulgação/Agência Palmeiras

Torcida do Palmeiras depreda portão da sede do clube após derrota para o Corinthians

Grupo faz ataques na rua Palestra Itália minutos depois de time perder clássico por 1 a 0

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2020 | 07h31

 


Um grupo de torcedores do Palmeiras depredou a sede do clube na madrugada desta quinta-feira, depois da derrota por 1 a 0 para o Corinthians no dérbi disputado pelo Campeonato Paulista, na Arena Corinthians. Imagens em redes sociais mostram que no portão principal, na rua Palestra Itália, houve ataque ao portão, arremesso de garrafas e até a quebra de equipamentos que ficam na entrada, como monitores de televisão.

A ação dos torcedores durou poucos minutos e foi por volta das 0h. O Palmeiras ainda não se manifestou sobre o episódio. Nenhum funcionário do clube ficou ferido. Alguns dos membros do grupo que atacou a sede chegaram a entrar no clube após forçar a abertura do portão, mas logo depois fugiram. Agora pela manhã o Palmeiras começaria reparos aos danos causados.

A segunda derrota no ano marcou o retorno do time ao calendário após quatro meses de paralisação. Apesar do revés diante do rival, o Palmeiras terminou a rodada com a classificação garantida às quartas de final do Campeonato Paulista. Resta agora somente definir a posição no grupo. O Santo André é o líder com um ponto a mais. A equipe do ABC empatou por 1 a 1 com o Santos na Vila Belmiro nesta quarta.  

No clássico, o Palmeiras perdeu por 1 a 0 com um gol de Gil, marcado no primeiro tempo. Na próxima rodada a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo recebe o Água Santa, no Allianz Parque. O concorrente ao primeiro lugar da chave, Santo André, joga no Canindé diante do Ituano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.