Torcida do Palmeiras faz protesto contra Luxemburgo

A eliminação do Palmeiras na Libertadores, na noite de quarta-feira, rendeu mais protestos da torcida contra o treinador Vanderlei Luxemburgo. Nesta quinta, os portões e muros do Estádio Palestra Itália amanheceram com pichações de "Fora Luxemburgo", pedindo a saída do treinador.

AE, Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 12h09

As pichações também pedem a saída do vice-presidente Gilberto Cipullo, e o fim da parceria com a Traffic. O Palmeiras foi eliminado da Libertadores pelo Nacional, do Uruguai, nas quartas de final. Os paulistas empataram por 0 a 0 no Estádio Centenário, em Montevidéu - na primeira partida, no Palestra, houve empate por 1 a 1.

Apesar da eliminação, a diretoria do clube comunicou após a partida que não haverá mudança no comando técnico. Após a partida, Cipullo confirmou oficialmente a informação. "Não há a menor chance de mudarmos o comando técnico neste momento", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresPalmeirasprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.