Estadão
Estadão

Torcida do Palmeiras protesta na FPF e cobra sorteio para definição de árbitro

Grupo critica a forma escolhida para definir Luiz Flávio de Oliveira como o responsável por apitar decisão com o Corinthians

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2020 | 16h17

Um grupo de torcedores do Palmeiras fez um protesto na tarde desta quinta-feira em frente à sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), na zona oeste de São Paulo. A manifestação cobrava a realização de um sorteio para definir quem seria o árbitro da final do Campeonato Paulista no próximo sábado, contra o Corinthians. A FPF determinou a escolha de Luiz Flávio de Oliveira por uma audiência pública.

Com faixa fixada no portão da entidade, cantos e até transmissão ao vivo pelas redes sociais, os palmeirenses exigiam que a escolha do árbitro se desse por um sorteio. "Não é mole não, não tem sorteio para roubar o meu Verdão", cantavam os presentes. Participaram do protesto pacífico cerca de 20 torcedores. Não houve tumulto.

O Palmeiras prometeu acompanhar com cuidado a escolha dos árbitros para os dois jogos da decisão contra o Corinthians. No último domingo, o assessor técnico do time, Edu Dracena, afirmou em entrevista à TV Gazeta que tinha preocupação com o tema. "Tomara que possamos estar falando no sábado do jogo, um jogo bonito, decidido dentro de campo, entre os 22 jogadores. E não ficar falando de lances polêmicos para não estragar o campeonato", comentou.  

No primeiro jogo da final, quarta-feira, na Arena Corinthians, o responsável pelo apito foi Raphael Claus. Para a partida decisiva no Allianz Parque, além de Luiz Flávio de Oliveira, estão escalados os assistentes Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa. Flávio Rodrigues de Souza será o quarto árbitro e Evandro de Melo Lima o quinto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.