Torcida do PSG 'responde' a racistas do Chelsea com paródia

Vídeo bem-humorado satiriza o triste episódio do metrô de Paris

O Estado de S. Paulo

12 Março 2015 | 14h45

Após a classificação heroica do Paris Saint-Germain às quartas de final da Liga dos Campeões contra o Chelsea, nesta quarta-feira, em Londres, a torcida organizada ParisSG300 resolveu tirar sarro dos adversários e dos torcedores racistas dos Blues. Antes do jogo de ida do confronto, extremistas londrinos que iam ao Parc des Princes protagonizaram um ato de racismo ao não deixar um homem negro embarcar no vagão do metrô parisiense, aos cantos de "somos racistas e gostamos disso".

Em resposta, a torcida do PSG gravou um vídeo bem-humorado em que um torcedor vestido com a camisa do Chelsea aparece esperando o metrô em uma estação. Quando o trem chega, torcedores parisienses impedem o homem de adentrar o vagão, aos gritos e acenos, em uma clara paródia ao episódio racista e satirizando o rival, que 'ficou pelo caminho' na Liga dos Campeões.

A polícia inglesa identificou cinco torcedores extremistas do Chelsea envolvidos no triste episódio do jogo de ida e requeriu ao tribunal que estes fossem afastados dos estádios. A vítima de racismo, um francês chamado Souleymane, até foi convidado pelo clube londrino para assistir ao jogo de volta no Stamford Bridge. Ele, porém, recusou o convite, alegando que 'não seria comprado por um pedaço de papel'. O caso segue sob investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.