Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Torcida faz protesto contra jogadores do São Paulo

Souza, L. Fabiano, Ganso e Reinaldo são os mais criticados

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

23 de maio de 2015 | 17h59

Um grupo de cerca de 100 torcedores do São Paulo protestou neste sábado em frente ao estádio do Morumbi. Os participantes seguravam velas acesas e cruzes e vestiam camisas pretas com a mensagem "Luto, devolva o nosso São Paulo". Alguns carregavam máscaras com os rostos de alguns jogadores e despejaram sal grosso no chão. O ato terminou quando o ônibus da delegação passou pelo local e entrou no estádio para partida contra o Joinville, pelo Brasileirão.

Após o protesto, os jogadores desembarcaram em silêncio e sem dar entrevistas. O jogador mais criticado pela torcida foi o atacante Luis Fabiano. Chamado de "pipoqueiro", ele tem o contrato válido até o fim do ano e não deve renovar. Outros alvos do elenco foram o volante Souza, o lateral-esquerdo Reinaldo, o zagueiro Rafael Toloi e o meia Ganso, todos representados com máscaras e vítimas de xingamentos. Da diretoria, o alvo foi o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro. O presidente Carlos Miguel Aidar foi poupado.

O torcida marcou o protesto durante a semana, pelas redes sociais. Até então, o objetivo do ato era pedir para o goleiro Rogério Ceni antecipar a aposentadoria para não passar vergonha. Porém, durante a manifestação o capitão do time teve o nome gritado e alguns torcedores até carregavam faixas com imagens e mensagens de apoio ao jogador de 42 anos, que deve se aposentar ainda nesta temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolsao paulo fcbrasileirao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.