Juan Mabromata / AFP
Juan Mabromata / AFP

Torcida 'ignora' imbróglio e já garante maior público do Santos na Libertadores

Time da Baixada foi surpreendido por comunicado da Conmebol sobre problema na escalação de Carlos Sanchez

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

23 Agosto 2018 | 09h18

O imbróglio jurídico envolvendo a escalação de Carlos Sánchez no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores contra o Independiente parece não ter desanimado a torcida do Santos. Afinal, em um período de 24 horas, o clube vendeu quase 10 mil ingressos para o duelo de volta, já assegurando o seu maior público como mandante nesta edição do torneio.

Independiente e Santos empataram por 0 a 0 na noite da última terça-feira, em Avellaneda, mas a utilização de Sánchez pode provocar punição ao clube. O time argentino considera que o uruguaio não poderia ter atuado porque precisava cumprir suspensão relativa a uma expulsão durante a Copa Sul-Americana de 2015, quando defendia o River Plate.

A argumentação é refutada pelo Santos, alegando que o sistema online da Conmebol indicava que o atleta estava em condições legais para atuar. E o caso está sendo avaliado pela confederação continental, ainda que não exista uma determinação sobre quando será apresentado um veredicto.

Porém, uma decisão desfavorável ao Santos deverá provocar a aplicação do placar padrão para W.O.. Ou seja, 3 a 0 para o Independiente. Até agora, com o empate por 0 a 0 na Argentina, qualquer triunfo classificaria o Santos às quartas de final da Libertadores, cenário que mudará drasticamente em caso de punição - o time precisaria ganhar por diferença de quatro gols para avançar na competição.

Santos e Independiente se enfrentam novamente na próxima terça-feira, às 19h30, no Pacaembu, e o risco de punição parece não ter desanimado a torcida do clube. Parcial da venda de ingressos divulgada antes do confronto em Avellaneda apontava quase 11 mil entradas comercializadas. E essa quantidade já subiu para 20,5 mil no início da noite de quarta-feira, quando o imbróglio jurídico já era o principal assunto entre santistas.

Essa procura já torna o compromisso de terça o de maior público do Santos nesta Libertadores, superando o triunfo por 3 a 1 sobre o Nacional, do Uruguai, que atraiu 18.077 espectadores ao Pacaembu em 15 de março.

Além disso, já se tornou o terceiro maior público do clube na temporada, atrás de dois clássicos disputados no estádio municipal e que terminaram 1 a 1, contra o Corinthians, com 34.448 espectadores, e o Palmeiras, com 23.572 torcedores, por Campeonato Paulista e Brasileirão, respectivamente.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.