Daniel Ramalho/Futura Press
Daniel Ramalho/Futura Press

Torcida invade treino do Fluminense e agride Diguinho

Confusão foi motivada pela má fase do time e seguranças atiraram para o alto; outros foram criticados

AE, Agencia Estado

26 de maio de 2009 | 18h06

Revoltada com os últimos resultados do Fluminense, 30 representantes de uma das principais torcidas organizadas do clube - a Young Flu - invadiram o gramado das Laranjeiras no início do treinamento da equipe. Durante a confusão, um dos torcedores deu um soco no meio-campista Diguinho, após um bate-boca.

Veja também:

linkRoberto Carlos admite negociação com Fluminense

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Para encerrar a confusão, os seguranças do Fluminense deram tiros para o alto. O clube também chamou dez policiais militares para evitar novos conflitos. Depois disso, os jogadores retomaram a atividade. Além de Diguinho, a torcida hostilizou outros jogadores, como o lateral-direito Eduardo Ratinho.

A principal novidade da atividade foi a presença do lateral-esquerdo Augusto, contratado do Asa de Arapiraca. O jovem João Paulo, recuperado de dores no joelho direito, também participou do treinamento. Já Mariano, que deixou o jogo contra o Santos por conta de dores na coxa, realizou apenas fisioterapia. O Fluminense volta a jogar no próximo domingo, quando enfrentará o Náutico, nos Aflitos, pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.