Divulgação
Divulgação

Torcida lança pedras e arbitragem suspende jogo do Argentino

Partida entre Racing Club e Godoy Cruz é marcada por violência

EFE

31 de agosto de 2015 | 09h30

Um tumulto gerado entre torcedores locais e a polícia neste domingo obrigou a arbitragem a suspender a partida entre Racing Club e Godoy Cruz, no estádio Malvinas Argentinas de Mendoza, pelo Campeonato Argentino. Aos 25 minutos do primeiro tempo, integrantes da torcida local começaram a lançar pedras ao campo e o árbitro Germán Delfino determinou que não havia garantias de segurança para continuar o jogo.

"A partida foi suspensa porque (os torcedores) não paravam de atirar pedras. É impossível de controlar as pessoas que estão nas arquibancadas. A polícia nos disse que quebraram todos os banheiros e tiraram os azulejos", explicou o árbitro.

No momento da suspensão, Racing Club vencia a partida por 1 a 0, com gol de Diego Milito em cobrança de pênalti. Apesar de ambos os clubes serem a favor de continuar o jogo sem público na segunda-feira, a Associação do Futebol Argentino (AFA) determinou que é preciso analisar a situação em sessão do Comitê Executivo e depois definir uma nova data para a continuidade da partida.

Esta suspensão ocorre em um contexto de debate público sobre a volta dos torcedores visitantes aos estádios do futebol argentino.Enquanto o partido governante defende que há garantias para determinar um retorno gradual dos visitantes, a oposição afirma que ainda não há garantias e que trata-se de uma proposta "oportunista" para as eleições presidenciais de 25 de outubro. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.