Torcida não poupa Estevam na vitória

Apesar da classificação, o técnico Estevam Soares foi chamado de burro por grande parte da torcida, principalmente a localizada no setor das numeradas - a tradicional "Turma do Amendoim". A maior crítica era em relação à postura altamente defensiva diante de um adversário inexpressivo e à manutenção de Warley em campo. Os torcedores pediam a entrada de Osmar no lugar do ex-atacante do São Caetano que, até agora, marcou apenas um gol em cinco jogos pelo Palmeiras.Alguns conselheiros garantem que Estevam pode ser demitido a qualquer momento. Publicamente, o presidente Afonso Della Mônica e os membros do Conselho de Orientação do Futebol afirmam que nem cogitam essa possibilidade.Sobre o jogo desta quarta-feira, o próprio Estevam não aprovou a atuação do Palmeiras, principalmente no primeiro tempo. "Poderia ser melhor. O time podia ter prendido mais a bola, segurado mais o jogo. O problema é que o Palmeiras entrou na corrida do Tacuary", disse Estevam.O próximo jogo do time é domingo, contra o União São João, em Araras, pelo Campeonato Paulista. Para essa partida, Estevam Soares deverá poder contar com o retorno do goleiro Marcos, que não jogou nesta quarta-feira por ainda sentir dores na região lombar - contusão sofrida na partida contra a Portuguesa Santista, sábado passado. "Melhorei bastante, mas achamos mais prudente não correr nenhum risco", disse Marcos.Desfalques certos são os volantes Marcinho (titular) e Corrêa (reserva), suspensos. Assim, Estevam deve escalar mais um meia no time, deixando apenas Magrão e Claudecir como volantes. Diego Souza e Marcel são os favoritos para entrarem na equipe e atuarem na armação, ao lado de Cristian.

Agencia Estado,

09 de fevereiro de 2005 | 23h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.