Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Torcida organizada faz campanha por público zero em jogo da Portuguesa

Foco do protesto é reclamar da atual administração do clube, que não vence há seis rodadas na Série A2

Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2018 | 19h46

A torcida organizada Leões da Fabulosa divulgou uma comunicado nesta segunda-feira para pedir que os torcedores da Portuguesa não compareçam ao Canindé nesta quarta, em jogo atrasado da sétima rodada da Série A2 do Campeonato Paulista, contra o Audax. No texto, os torcedores afirmam que o ato seria uma forma de protestar contra a atual administração, considerada por eles como a pior da história.

+ D'Alessandro critica possibilidade de o Inter jogar fora do Beira-Rio

+ Gilberto elogia Abel Braga no Fluminense: 'Me sinto à vontade'

"O 'público zero' foi uma medida encontrada para mostrar toda a nossa indignação com o rumo em que a Portuguesa está seguindo. Diretoria e os jogadores não merecem o nosso dinheiro, o nosso tempo e, principalmente, o nosso apoio", protestou a torcida em um dos trechos da nota.

A Portuguesa não vence há seis rodadas na Série A2 e ocupa a 14ª colocação, com seis pontos, um a mais do que o vice-lanterna Água Santa, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Caso a campanha por público zero tenha êxito, será o segundo protesto não convencional feito por torcedores da Lusa neste ano. Na quinta rodada, após derrota por 3 a 0 para o Oeste, um grupo interceptou o motoboy que entregaria pizzas para os atletas após o jogo, ainda no Canindé. Então, eles pagaram o entregador e comeram o jantar dos atletas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.