JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Torcida protesta e quebra vidros de ônibus do Palmeiras

Em frente ao Pacaembu, torcedores chamavam jogadores de 'baladeiros' e criticavam diretoria

DANIEL AKSTEIN BATISTA - O Estado de S. Paulo,

11 de maio de 2011 | 21h58

SÃO PAULO - Foi em clima de protesto que a torcida do Palemiras chegou ao estádio do Pacaembu na noite desta quarta-feira, cerca de 1h30 antes do início do jogo de volta contra o Coritiba, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil.

 

Diante da necessidade de vencer por 7 gols de diferença para conseguir a classificação, cerca de 50 torcedores, a maioria membro da TUP (Torcida Uniformizada do Palmeiras), estenderam faixas de protesto na Praça Charles Müller.

 

Além de criticar os jogadores, chamando-os de 'baladeiros', a torcida manifestou insatisfação com a diretoria. Criticou a influência que o ex-presidente Mustafá Contursi ainda teria sobre as decisões do clube e saiu com dizeres de protesto, como 'acorda Tirone', em referência ao atual presidente do Palmeiras.

 

O protesto, que se desenvolveu pacificamente, culminou com a ação isolada de alguns torcedores que jogaram pedras no ônibus que levava os jogadores ao estádio, quebrando dois vidros. Ninguém ficou ferido. 

 

Apesar da manifestação, poucos torcedores palmeirenses compareceram ao Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.