Torcida russa gera pânico em Moscou

Torcedores do CSKA e do Sapartak provocaram pânico em Moscou, na tarde deste sábado. Seguidores das duas equipes rivais arrumaram confusão antes do principal clássico da cidade, vencido pelo Spartak por 1 a 0. A briga continuou durante o jogo e se prolongou após o encerramento. A polícia deteve 300 pessoas e mais de 20 ficaram feridas.A confusão começou logo cedo, quando grupos de jovens se enfrentaram em estação do metrô próxima do estádio. A polícia interveio, fez as primeiras detenções e socorreu alguns feridos. O ambiente continuou tenso, enquanto os times corriam atrás da bola, e ficou quase incontrolável após o gol do Spartak.Na saída, as provocações e as brigas não pararam. Tropas de choque voltaram à carga, foram feitas mais dezenas de detenções e mais torcedores tiveram de receber atendimento de emergência. Muitos estavam embriagados. A torcida do Spartak, campeão nas cinco últimas temporadas, é a mais violenta da Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.