Torcida volta a encontrar problemas de organização no Recife

Cadeirantes ainda não tem entrada específica para o estádio do Arruda, onde o Brasil enfrenta a China nesta segunda

PAULO GALDIERI, enviado especial, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2012 | 19h20

RECIFE - O público que chega para acompanhar o amistoso entre Brasil e China no estádio do Arruda, nesta segunda-feira, está enfrentando problemas de organização, como a falta de entrada para cadeirantes. O acesso original do local destinado a essa finalidade serve agora para a chegada de jornalistas e fotógrafos .

A reportagem flagrou a tentativa de um cadeirante entrar no estádio. A organização não sabia informar a ele qual é o novo acesso disponibilizado.

Durante o amistoso entre Brasil e África do Sul no Morumbi, na sexta-feira, os torcedores também encontraram problemas. Muitos desistiram de acompanhar a partida pela demora em retirar os ingressos comprados pela internet.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.