Andrea di Marco / EFE
Andrea di Marco / EFE

Torino demite técnico após queda para a Juventus na Copa da Itália

Time também está em má fase no Campeonato Italiano

Estadão Conteúdo

04 Janeiro 2018 | 10h58

O técnico do Torino, Sinisa Mihajlovic, foi demitido nesta quinta-feira pela diretoria do clube, um dia depois do seu time ser eliminado da Copa da Itália com uma derrota no clássico contra a Juventus.

+ Atalanta surpreende o Napoli, vence por 2 a 1 e avança à semi da Copa da Itália

+ Artilheiros passam em branco e Inter de Milão e Lazio empatam sem gols

O Torino anunciou a decisão em seu site oficial nesta quinta-feira, agradecendo a Mihajlovic por sua "dedicação e paixão demonstrada nestes 18 meses" ao clube. Walter Mazzarri, ex-treinador de Napoli, Inter de Milão e Watford, é apontado como o principal candidato a substituir Mihajlovic.

O time ganhou apenas um dos seus últimos oito jogos pelo Campeonato Italiano e está apenas em décimo lugar na liga disputada por 20 equipes. Os dez empates em 19 partidas na competição pesaram para a queda de Mihajlovic.

Em seu último jogo à frente da equipe, o treinador foi expulso por protestar contra uma suposta falta no início do lance do segundo gol da Juventus na derrota do Torino por 2 a 0 pelas quartas de final da Copa da Itália na quarta-feira.

Está foi a quarta demissão de Mihajlovic na sua carreira, sendo que as outras foram no Bologna, na Fiorentina e no Milan. Coincidentemente, também foi uma derrota para a Juventus que provocou a queda do treinador do clube de Milão, em abril de 2016.

Mihajlovic assumiu o Torino em maio de 2016 e conduziu o time ao nono lugar no Campeonato Italiano em sua primeira temporada. Na atual, além dele, também caíram os técnicos Massimo Rastelli (Cagliari), Marco Baroni (Benevento), Ivan Juric (Genoa), Luigi Delneri (Udinese), Cristian Bucchi (Sassuolo) e Vincenzo Montella (Milan).

Mais conteúdo sobre:
futebol Torino Sinisa Mihajlovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.