Di Marco/EFE
Di Marco/EFE

Torino derrota Milan por 2 a 0 e embola briga pela Liga dos Campeões no Italiano

Time de Turimsbuiu para a 6ª posição, com 56 pontos, enquanto equipe de Milão tem a mesma pontuação, mas cai para 7º lugar pelo confronto direto

Redação, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2019 | 19h14

Com gols de Andrea Belotti, de pênalti, e Alex Berenguer, o Torino venceu o Milan por 2 a 0, neste domingo, em casa, no estádio Olímpico, em Turim, e embolou a briga por vaga na Liga dos Campeões da Europa no Campeonato Italiano.

Com o resultado, a equipe de Turim subiu para a sexta posição, que dá vaga à Liga Europa, com 56 pontos. O time de Milão tem a mesma pontuação, mas caiu para o sétimo posto devido ao confronto direto, já que os clubes ficaram no empate no primeiro turno.

A última equipe na zona de classificação à Liga dos Campeões é a quarta colocada Roma, que venceu o Cagliari por 3 a 0 no sábado e chegou aos 58 pontos. Com 56, a Atalanta ocupa o quinto posto, mas ainda joga nesta 34.ª rodada contra a Udinese, em casa, nesta segunda-feira.

Com quatro partidas e 12 pontos em disputa, a combinação de resultados deste domingo garantiu a classificação do Napoli ao torneio de elite do futebol europeu na próxima temporada. Na primeira partida do dia, a equipe napolitana venceu o vice-lanterna Frosinone por 2 a 0, com gols de Dries Mertens e Amin Younes.

O time treinado pelo técnico Carlo Ancelotti chegou aos 70 pontos, no segundo lugar, e não terminará o campeonato abaixo do terceiro posto, já que leva a melhor contra a Roma no confronto direto (um empate e uma vitória). A Internazionale, que empatou com a campeã Juventus por 1 a 1 no sábado, em Milão, é a terceira com 62 pontos.

No jogo deste domingo, o Torino foi levemente superior, embora a metade inicial tenha sido equilibrada. Aproveitando o apoio da torcida no estádio Olímpico de Turim, o time da casa foi para cima do Milan em confronto direto pelas vagas no torneios europeus.

Apesar do melhor desempenho, os mandantes não conseguiram traduzir a superioridade em gols e o primeiro tempo terminou com o zero no placar. Os visitantes também ameaçaram algumas vezes, mas o goleiro italiano Salvatore Sirigu garantiu a igualdade.

Na segunda etapa, porém, os comandados do técnico Gennaro Gattuso sucumbiram ao ataque dos anfitriões, que foram dominantes. Aos 13 minutos, foi marcada penalidade para os donos da festa. Belotti converteu para abrir o marcador.

O Torino seguiu superior e ampliou 12 minutos depois. O meia espanhol Alex Berenguer aproveitou bola mal afastada e acertou, de primeira, belo chute no ângulo. Sem chances para Gianluigi Donnarumma, tido como sucessor de longo prazo do lendário Gianluigi Buffon na seleção italiana. Depois do 2 a 0, os mandantes controlaram a partida para garantir o importante resultado, muito ruim para o Milan.

OUTROS JOGOS

Em outra partida deste domingo, a Lazio visitou a Sampdoria e venceu por 2 a 1, com dois gols do atacante equatoriano Felipe Caicedo. Fabio Quagliarella, atacante da Itália, descontou para o time de Gênova.

O gol do veterano de 36 anos foi o seu 23.º no Campeonato Italiano, do qual é artilheiro isolado. Krzysztof Piatek, do Milan, e Duvan Zapata, da Atalanta, têm 21 gols. Cristiano Ronaldo anotou 20 vezes pela Juventus. Com o resultado, a equipe azul da capital se mantém no oitavo lugar, agora com 55 pontos, sete à frente do clube de Gênova, nono colocado.

Rival da Sampdoria, o Genoa foi até Ferrara para enfrentar a SPAL. Os clubes empataram por 1 a 1, com direito a gol brasileiro: o zagueiro Felipe, que jogou por toda a carreira no futebol italiano, abriu o placar para os donos da casa. O centroavante italiano Gianluca Lapadula igualou para os visitantes. O resultado deixa a SPAL no 12.º posto com 39 pontos, quatro à frente do Genoa, 16.º, a duas posições da degola.

Chievo Verona e Parma também entraram em campo neste domingo pela 34ª rodada, em Verona. O volante Juraj Kucka abriu o marcador para os visitantes, mas o atacante italiano Riccardo Meggiorini garantiu o empate por 1 a 1. Com a igualdade, o time da casa, que já foi rebaixado, chega a apenas 15 pontos, ainda na lanterna. Já o Parma soma 37, na 15.ª colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.