Torino e Messina excluídos da Série A

Por causa de dívidas milionárias com o fisco, a Federação Italiana de Futebol confirmou, nesta sexta-feira, as exclusões de Torino e Messina da Série A do futebol no país da Bota. Há uma semana, o Comitê de Fiscalização dos clubes de futebol da Itália pediu a retirada dos dois clubes e a decisão foi confirmada pelo presidente da Liga de Futebol Profissional (Lega Calcio), Adriano Galliani. Os presidentes de Torino e Messina, que já esperavam a decisão desta sexta-feira, garantem que se manterão na Série A. Os dois clubes deverão entrar com recurso nos próximos dias junto as órgãos superiores de Justiça esportiva e comum. Caso sejam confirmadas as exclusões, os beneficiados serão o Bologna (que perdeu o playoff de rebaixamento para o Parma) e o Treviso, quinto colocado da Série B na temporada passada. Os problemas com dívidas também afetam as divisões inferiores da Itália. Perugia e Salernitana foram excluídos da Série B, assim como 13 equipes perderam o direito de jogar a Série C na próxima temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.