Torino tenta vencer a forte Juventus

Torino e Juventus fazem neste domingo a principal partida da 24.ª rodada do Campeonato Italiano da temporada de 2001-2002. O clássico no Estádio delle Alpi é nova etapa de rivalidade já centenária entre as poderosas equipes da capital do Piemonte, uma das regiões mais industrializadas do país. No primeiro turno, houve empate de 3 a 3, no mesmo local. O time de Del Piero tem 47 pontos e é uma das candidatas ao título. O Torino, com 31, ocupa apenas posição intermediária.A história do duelo começou em 1900, na terceira edição do então incipiente torneio nacional, que na verdade era limitado ao Norte da Itália. A competição, de apenas cinco times, tinha disputa em eliminação direta. O Football Club Torinese, ancestral do Torino atual, se deu bem, pois passou pelo Gimnastica Torino (3 a 1), pela Juventus (1 a 0) e pelo Milan (3 a 0). Na final, encontrou o Genoa, então bicampeão, e perdeu por 1 a 0. Mas já curtia a satisfação de ter batido a Juve.Os dois "irmãos" inimigos revezaram-se, ao longo do tempo, na hegemonia do calcio. O Torino atingiu o auge com o tetracampeonato de 46-47-48-49. Mas em maio de 49, um desastre áereo, em Superga, nas redondezas de Turim, matou todo o time, que era também a base da seleção italiana. Nas últimas décadas, o clube com 7 títulos em sua história oscilou entre a Primeira e a Segunda Divisões. Ao contrário da Juventus, que jamais foi rebaixado e é recordista de conquistas, com 25 scudetti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.