Jean-Paul Pelissier / Reuters
Jean-Paul Pelissier / Reuters

Toro Rosso prevê maior proximidade com Red Bull na temporada 2019 da F-1

Equipes voltarão a ter os mesmos fornecedores de motor no próximo ano

Estadão Conteúdo

10 Setembro 2018 | 13h36

Após tomar um caminho diverso da Red Bull no último ano, a Toro Rosso vai se reaproximar da equipe austríaca novamente a partir da temporada 2019 da Fórmula 1. Para o chefe de equipe da Toro Rosso, a proximidade com o time maior será ainda mais intensa do que nas temporadas passadas.

"Nós teremos uma cooperação muito forte com a Red Bull Technology no próximo ano porque nós teremos a mesma estrutura na traseira", afirma o chefe da Toro Rosso, Franz Tost. A cooperação vai passar a incluir também o motor, a caixa de câmbio e a suspensão. "Tudo dentro das regras", frisou o dirigente.

Segundo Tost, a parceria vai contar também com a suspensão dianteira e as partes internas do carro. "A parte externa ficará de fora. Mas isso já é muito porque toda a traseira será a mesma, e isso significa ter também a mesma parte hidráulica, eletrônica, tudo relacionado a isso."

A reaproximação entre as duas equipes se deve principalmente à troca de motores por parte da Red Bull. Contando ambos com unidades de potência da Renault, as duas equipes tinham forte colaboração nos últimos anos. Mas, nesta temporada, a Toro Rosso passou a contar com motores Honda, o que acabou afastando os dois times.

Mas, durante a atual temporada, a Red Bull já avisou que também trocará suas unidades de potência para a fabricante japonesa a partir de 2019, o que voltou a tornar viável a maior cooperação.

As mudanças vão tornar a relação entre Red Bull e Toro Rosso semelhante a que existe atualmente entre Ferrari e Haas. O time norte-americano, além de contar com motores da fabricante italiana, tem uma parceria para receber apoio técnico. Isso significa que a Haas recebe da Ferrari suporte também para cuidar da transmissão, suspensão, parte hidráulica e eletrônica dos seus carros.

 
Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1Toro RossoRed Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.