Jorge Guerrero/ AFP
Jorge Guerrero/ AFP

Torres faz contra, mas Atlético de Madrid consegue empate no fim

Em um jogo no qual o atacante Fernando Torres vacilou ao marcar um gol contra, o Atlético de Madrid acabou se salvando de uma derrota neste sábado, fora de casa, graças a dois gols marcados pelo francês Antoine Griezmann no empate por 2 a 2 com o Málaga, pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol.

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2015 | 15h52

O resultado acabou deixando o Atlético de Madrid com 66 pontos na terceira posição e ainda mais distante do vice-líder Real Madrid, que horas mais cedo derrotou o Eibar por 3 a 0, em casa, e chegou aos 73 na vice-liderança. Já o Málaga é apenas o sétimo, com 46, e segue no sétimo posto da tabela.

E o empate conquistado com sofrimento neste sábado aconteceu justamente antes do clássico que o Atlético travará justamente com o Real Madrid, nesta terça-feira, em casa, no Vicente Calderón, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. O Málaga, por sua vez, terá pela frente o mesmo Real no próximo sábado, fora de casa, pela 32ª rodada do Espanhol.

No jogo disputado no Estádio La Rosaleda, o Atlético de Madrid saiu na frente aos 25 minutos do primeiro tempo. Após Gámez cobrar lateral com força para a grande área, o goleiro Kameni saiu mal do gol e a bola sobrou na pequena área para Griezmann tocar para as redes.

Aos 38 minutos, porém, o Málaga chegou ao empate ao contar com a ajuda de Fernando Torres. Recio cobrou escanteio e o atacante tentou afastar o perigo, mas acabou cabeceando a bola para a sua própria meta: 1 a 1.

Na etapa final, a equipe da casa chegou a virar o jogo aos 26 minutos. Após receber passe dentro da área, Samuel Garcia tocou por cima do goleiro Oblak. A festa da torcida do Málaga, entretanto, só durou seis minutos. Novamente o francês Griezmann marcou, aos 32, após receber em posição duvidosa. O lance gerou muita reclamação dos jogadores do time da casa, entre eles o brasileiro Weligton, que foi punido com um cartão amarelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.